Página inicial do portal Autores & Leitores
Quem  |  Autores  |  Leitores  |  Associados  |  Mural  |  Dúvidas  |  Contato  |     PUBLICAR    |
Entrar | Registrar
 Esqueci minha senha
Anúncio ebook Vigilante

Área dos LEITORES

Colunistas

Autores Consagrados

Quadrinhos

Bibiotecas Virtuais

Livros

Novos autores

Downloads

Lançamentos

Ofertas

Informações

Autores & Leitores  >  Leitores >  Novos

Apresentação de trabalho publicado

Caro leitor,

Sinta-se à vontade para ler este trabalho e deixar seus comentários.

Bons Textos!




< Visite a Página Pessoal de ATHINGANOI >


AULA DE INGLÊS



					    
Dwight David Eisenhower, apelido “Ike”, comandante supremo... Não, “please”... Esta não é uma aula de história, e sim de... inglês. Desde garoto gostava de contar vantagens - avô cursara Agulhas Negras, tio estava lá, pai se formara arquiteto, irmã mais velha era a autora das músicas do RC, e por aí... Claro que ninguém acreditava, pois não provava - até rimou! Cresceu e as vantagens eram contadas de si próprio. ELE estava ‘na porta’ (falava assim mesmo) da faculdade de medicina, professores ‘pediam’ que se decidisse pela carreira, tinha grande vocação, já ajudara como amador em algumas cirurgias, vacilando entre medicina e... gastronomia. Falava inglês, alemão, italiano e... mandarim, que na idéia dele era o idioma de uma terra na África (?) chamada Mandarilândia. Inventava! (Como um outro, que se dizia professor de javanês, em conto de Lima Barreto.) Um dia namorada, bem jovenzinha, pediu autorização e resolveu arrumar a parte de cima da casa, entre laje e telhado. Baús com muita papelada, onde justamente havia coleções do avô e do pai: folhetos bastante antigos, recortes de jornais e revistas. Foto de um senhor fardado e a legenda: “Dwight David Eisenhower, apelido “Ike”, comandante supremo das Forças Aliadas na II Guerra Mundial, eleito e reeleito presidente dos Estados Unidos de 1953 a 1961.” Tudo bem. Mais papéis. O mesmo homem, agora em traje civil, nova legenda – “I like Ike”. O comentário da garota foi apenas sobre o apelido “Ike”. ELA, sempre estudiosa, querendo aprender mais e mais. “De onde saiu esta palavra? Tem algum significado especial?” ELE quis se exibir. Já ‘estivera’ quatro vezes lá. Conhecia muito bem os costumes daquela gente que adorava rodeios, panquecas e pequenos nomes: Bob, Ted, Bill... Até aí, nada – é o que se vê e ouve no cinema. “Sim, mas... e... – a garota não falou, apenas apontou com o dedo, no tal recorte de revista antiga – I LIKE IKE?” Namoradinho fez um ar superior, ajeitou os óculos fantasia zero e pronunciou com ênfase: “I lique ique... É isto que você quer saber?” Como mais depressa se pega um mentiroso que um coxo, ELA percebeu de imediato que falsas eram a carteira, com foto eletrônica, de “junior teacher ” (“Passarei a senior no ano que vem..”) da escola de idiomas e toda sua pose de intelectual. Após a faxina, pai explicou. Muito simples: início do marketing político. Para apagar a ainda recente imagem do militar em guerra, agora na campanha presidencial em 1952, uma agência de publicidade foi buscar na infância de Dwight o apelido Ike, criando o slogan de mais fácil pronúncia e imediata memorização - “I like Ike”, eu-gosto-do-Ike. T H E E N D
Copyright ATHINGANOI © 2014
Todos os direitos reservados.
Este trabalho já foi visitado 274 vezes.

ENVIE este trabalho para um(a) amigo(a). ESCREVA para ATHINGANOI.

Comentários dos leitores

Por acaso, li ontem AULA DE INGLÊS do (amado pelas mulheres) 'blue eyes' Rubem Braga... De fato, acho que esse cara, do seu conto, não devia falar I LOVE YOU... Gostei. Parabéns!

Postado por lucia maria em 26-01-2014

COMENTE ESTE TRABALHO, DIZENDO QUAL FOI A IMPRESSÃO QUE ELE LHE CAUSOU.





AJUDE-NOS a manter o bom nível deste portal!

Se você achou que este texto é ofensivo, imoral ou que fere
a nossa POLÍTICA DE USO, por favor, AVISE-NOS!




Autores & Leitores
  • Copyright A&L © 2005-2013
  • Todos os direitos reservados.