Página inicial do portal Autores & Leitores
Quem  |  Autores  |  Leitores  |  Associados  |  Mural  |  Dúvidas  |  Contato  |     PUBLICAR    |
Entrar | Registrar
 Esqueci minha senha
Anúncio Autores & Leitores

Área dos LEITORES

Colunistas

Autores Consagrados

Quadrinhos

Bibiotecas Virtuais

Livros

Novos autores

Downloads

Lançamentos

Ofertas

Informações

Autores & Leitores  >  Leitores >  Novos

Apresentação de trabalho publicado

Caro leitor,

Sinta-se à vontade para ler este trabalho e deixar seus comentários.

Bons Textos!




< Visite a Página Pessoal de ATHINGANOI >


A GRÉCIA É AQUI TAMBÉM?-PARTE II



					    
Possível e positivo Áries & Gêmeos Terrível e negativo Áries X Gêmeos. Um encontro dos planetas MARTE e MERCÚRIO é a determinação a serviço da comunicação. Dizendo tudo o que nos vem à cabeça (Áries), não tecendo as devidas considerações, iremos ferir a suscetibilidade das pessoas (Gêmeos), porque é preciso cuidado e cultivo da paciência (muita!) para ouvir o que a outra pessoa (ELA) tem a dizer, sem interferir (EU). Por outro lado, nesta união a agilidade mental se acelera e as idéias podem brotar com grande espontaneidade na elaboração de soluções criativas (NÓS) para os mais diversos problemas. ----------------------------------------------------------------------- Reza a lenda que MARTE ou ÁRIES era filho de JUNO que o concebeu sem a participação do marido JÚPITER ou de qualquer outro homem – encontrou uma flor que pelo simples contato fecundava uma mulher. Desde pequeno, MARTE aprendeu os exercícios do corpo e logo se tornou árbitro dos combates. Dotado de coragem e força bruta, é o deus da guerra. Teve várias amantes, mas sobretudo amava Vênus. Assumo a minha quase criminosa impulsividade, decisões repentinas voluntariosas capazes de matar o amor. (Não é matar por amor, leitor entenda direitinho.) Na minha personalidade, sou franco, espontâneo, por vezes agressivo, tenho (tive!) necessidade de independência de sair estrada a fora e passar cinco minutos entre a casa e o abastecimento de combustível ou cinco horas para ir lá longe, no shopping de outro município, sem necessidade alguma, ir comprar (o que improvisarei?) papel A4... Costumo ser competitivo, motivado por desafios, daí que anseio resolver tudo de imediato e muitas vezes impeço a ação dos outros. Sou capaz de causar desarmonia em relacionamentos? Ih, já causei muitos. Disponho de uma potência rica de energia vital e encaro os desafios que encontro pela frente com vigor, ousadia e coragem. ------------------------------------------------------------------------ Reza a lenda que LÊDA, grávida, foi seduzida por JÚPITER. Ao fim de nove meses, teve quatro filhos: PÓLUX e HELENA, imortais e filhos de JÚPITER, e CASTOR e CLITEMNESTRA, mortais e filhos de TÍNDARO. CASTOR e PÓLUX tornaram-se muito amigos. Certa vez, raptaram as noivas num casamento e iniciaram uma batalha fatal em que CASTOR morreu. Desesperado com a morte do irmão, PÓLUX pediu ao pai para torná-lo imortal. JÚPITER partilhou a imortalidade entre eles, que viviam e morriam alternadamente. Em seguida, levou-os para o céu, onde formam a constelação de GÊMEOS. ELA anseia por encontrar respostas para as suas dúvidas – usa de astúcia e perspicácia adivinhonas; assim, dá a todo mundo questões labirínticas e cria enigmas para interrogações geralmente simples e objetivas. Só entende comunicação através de diálogo e troca de idéias, um ‘toma-lá-dá-cá’... Está associada ao pensamento, sempre ligada em aprender com os movimentos que ocorrem ao seu redor. Daí, surge diplomática, volátil, adaptável e múltipla, aspecto de TDI, conseguindo apontar para as diferentes possibilidades existentes numa única situação, fixando os pensamentos em um alvo, para evitar a dispersão. CARTUM – Em GATÃO DE MEIA IDADE, “Mulher, um enigma”, de MIGUEL PAIVA, 15/3/14 – Ela, de costas, olhão e cara de desinteresse, ele, ao volante, carro parado. sorridente, mão para cima em gesto de adeusinho: “Boa noite. Nos vemos amanhã?” ------------------------------------------------------------------------- ------------------------------------------ Solução para os desacertos e as inquietações: ELA tem sempre sorvete cremoso de reserva. Quando EU começo a questionar, disfarçadamente já retira o vasilhame para descongelar um pouco. Sabe que de nada adiantará polemizar. Aos poucos baixo o tom de voz e muito de repente me enfia na boca uma compulsória colherada... Sinto o sabor frio e caio (sempre!) na bobeira de tentar adivinhar o sabor, me distraio, em minutos acabou a brigalhada inútil, cabendo a ELA a bandeira branca da paz e a mim o sabor doce descendo pela garganta. Verdade que Ratinhas “nada ingênuas” são muitíssimo mais espertas que Gatões presunçosos? CARTUM – “Questão do ponto de vista” – Dois ratos, ‘vítimas’ da pesquisa de um cientista, um deles segurando uma argola metálica na parede interna da caixa- laboratório: “Companheiro, você não calcula como eu condicionei esse tipo lá fora. É só dar um apertãozinho na alavanca, e ele me dá um pedaço de comida.” -------------------------------------------------------------------- NOTAS DO AUTOR: TDI – Transtorno Dissociativo de Identidade – Multiplicidade. Fases e “faces” aparentemente normais que podem ir de uma garota de 8 anos, brincando com bonecas, ou mulher de 40, profissional bem sucedida, ou nonagenária com muitas recordações e sem bengala. Recorde numa paciente norte-americana (signo Gêmeos?), moradora de Wisconsin, que apresenta 1 + 14 outras personalidades. O desafio é integrar todos os seus “eus” em um só. CARTUM – Anedota desenhada num só quadrinho, com legenda ou não, atemporal, desenho de entendimento eterno. Termo origina-se do inglês ‘cartoon’, projeto desenhado em pequena escala, num cartão, depois reproduzido em mural ou tapete, sem vocabulário de significado semelhante, a mesma grafia em todas as línguas. // (CHARGE é desenho caricatural satirizante, humorístico, temporal, geralmente crítica política, não mais entendida após algum tempo.) FONTES: “Multiplicidade” – “Hoje no céu”, de CLÁUDIA LISBOA – Jornal O GLOBO, Rio, 17/4/11 e datas diversificadas. “Filosofia da ciência”, de RUBEM ALVES - Cartum em Time, set./1971. F I M
Copyright ATHINGANOI © 2014
Todos os direitos reservados.
Este trabalho já foi visitado 205 vezes.

ENVIE este trabalho para um(a) amigo(a). ESCREVA para ATHINGANOI.

Comentários dos leitores

Não se tratada indireta e sim de direta mesmo, soco suave sem causar nocaute. Boas análises, boa estória! Parabéns!

Postado por lucia maria em 13-09-2014

COMENTE ESTE TRABALHO, DIZENDO QUAL FOI A IMPRESSÃO QUE ELE LHE CAUSOU.





AJUDE-NOS a manter o bom nível deste portal!

Se você achou que este texto é ofensivo, imoral ou que fere
a nossa POLÍTICA DE USO, por favor, AVISE-NOS!




Autores & Leitores
  • Copyright A&L © 2005-2013
  • Todos os direitos reservados.