Página inicial do portal Autores & Leitores
Quem  |  Autores  |  Leitores  |  Associados  |  Mural  |  Dúvidas  |  Contato  |     PUBLICAR    |
Entrar | Registrar
 Esqueci minha senha
Anúncio Autores & Leitores

Área dos LEITORES

Colunistas

Autores Consagrados

Quadrinhos

Bibiotecas Virtuais

Livros

Novos autores

Downloads

Lançamentos

Ofertas

Informações

Autores & Leitores  >  Leitores >  Novos

Apresentação de trabalho publicado

Caro leitor,

Sinta-se à vontade para ler este trabalho e deixar seus comentários.

Bons Textos!




< Visite a Página Pessoal de ATHINGANOI >


CONFIDÊNCIA



					    
ELA apenas desabafou, fiquei ouvindo sem saber dizer algo que de fato a consolasse. “Descaminhos do amor” é expressão minha. Desde bem mocinha, sempre chegou atrasada na vida de um homem – chegava, ele guardava recalques de uma paixão anterior, de repente havia uma recaída amorosa e a abandonava... A outra – inesquecível, não necessariamente REBECA – era a mulher eternizada... ELA não foi exatamente muitas vezes a segunda esposa, de “quarto-sala-fogão”: era, triste verdade, aquela que veio ‘depois’ e ocupou o trono em tempo apenas provisório, sabendo que daqui a pouco seria abandonada... Acabava sendo! Destino, ELA não sabe, mas aconteceu sempre assim. Não importa o número de cadastro – 2, 3, 4 ou 5. Quer tenha sido o grande amor ou a paixão ou a atração, a outra aconteceu sempre ‘antes’ dela. Não se luta com o invisível, o longínquo – de repente, a materialização acontecia e ELA perdia. Em poucos meses, tornava-se obsoleta, descartável, largada... Nunca absoluta, adorável, adorada. Acostumou-se com a estranha rotina. Desaprendeu de se apegar. Levava os amores na esportiva, na substituição rápida, sem sonhar com a taça no pódio – nunca seria a vencedora. E não foi. Se olhar para trás, lembrará as muitas derrotas e a ausência de culpa... ou era enorme ingenuidade, burrice, estupidez? Brilhava nos livros, não no amor. Achei mini HQ que se enquadra no assunto tratado. Em 3 quadrinhos, a minhoquinha filosofa: “Sabe quando você pensa que tem tudo resolvido... / Aí, segue satisfeito e orgulhoso da conquista, cabeça erguida... / até que do nada tropeça em qualquer degrauzinho e cai desastrosamente, catando cavaco?” No quadrinho 4, a joaninha responde: “Sei! O nome disso é vida!” Em todo caso, se de fato existir a tal da reencarnação, tentarei me colocar ao alcance dela, coração limpo de memórias sentimentais. NOTA DO AUTOR: HQ – “Bichinhos de Jardim”, de Clara Gomes – Jornal O GOBO, Rio, 2/8/14. F I M
Copyright ATHINGANOI © 2014
Todos os direitos reservados.
Este trabalho já foi visitado 109 vezes.

ENVIE este trabalho para um(a) amigo(a). ESCREVA para ATHINGANOI.

Comentários dos leitores

Eu sempre acreditei que existem afinidades de alma, isso vem lá das encarnações mais remotas.............. Talvez sua amiga estivesse muitos degraus acima, causando medo. Parabéns!

Postado por lucia maria em 30-11-2014

COMENTE ESTE TRABALHO, DIZENDO QUAL FOI A IMPRESSÃO QUE ELE LHE CAUSOU.





AJUDE-NOS a manter o bom nível deste portal!

Se você achou que este texto é ofensivo, imoral ou que fere
a nossa POLÍTICA DE USO, por favor, AVISE-NOS!




Autores & Leitores
  • Copyright A&L © 2005-2013
  • Todos os direitos reservados.