Página inicial do portal Autores & Leitores
Quem  |  Autores  |  Leitores  |  Associados  |  Mural  |  Dúvidas  |  Contato  |     PUBLICAR    |
Entrar | Registrar
 Esqueci minha senha
Anúncio KD Inovações Tecnológicas

Área dos LEITORES

Colunistas

Autores Consagrados

Quadrinhos

Bibiotecas Virtuais

Livros

Novos autores

Downloads

Lançamentos

Ofertas

Informações

Autores & Leitores  >  Leitores >  Novos

Apresentação de trabalho publicado

Caro leitor,

Sinta-se à vontade para ler este trabalho e deixar seus comentários.

Bons Textos!




< Visite a Página Pessoal de ATHINGANOI >


CONTO OU CRÔNICA?-Diferenças entre...FINAL



					    
CONTO - Tema: essência abstrata ou idéia que irá provocar a narrativa – exemplo: “o amor”. / Assunto: narrativa em torno do tema, a estória. / Enredo é o desenvolvimento do assunto da estória. / Narrativa usualmente com princípio, meio e fim, porém não obrigatória esta ordem. / Relato do cotidiano (presente, fato acontecendo agora, ou passado, que é a memória) ou o que pode acontecer a qualquer pessoa em qualquer momento. / Narração de estória curta, (condensada), base num só lugar (espaço físico ou geográfico onde o fato acontece ou aconteceu), com poucas personagens (agentes ou pacientes na estória), uma única célula dramática (conflito). / Personagens – no caso de muitas pessoas, usar palavra que signifique um grupo (um coletivo: a família, o batalhão, o povo). Protagonista, personagem principal X antagonista ou oponente, quem contraria ação do protagonista. / Noção de tempo – expressões como “Era uma vez...” (tradição do conto de fadas que indetermina o quando) ou “Em 1882”, “Há alguns anos”, “Semana passada”, “Dois dias depois”, “Às cinco horas”... / A temporalidade pode ser: ordem cronológica linear (narrativa à medida que os fatos se sucedem, fiel à realidade, passado-presente, possibilidades para futuro) ou alinear (mais livre, podendo no meio da narrativa haver um retrocesso ou ‘flash back’ – memória emotiva ou explicação sobre fato anterior -, sem compromisso do narrador com a lógica da passagem de tempo). Exemplo: LÚCIA MARIA – princípio: passado, ópera na escadaria do teatro + presente, idéia do irmão casá-la com o italianinho; meio – romance com outro; fim – a vinda do namorado / narrativa curta (só o básico), um só lugar (casa dela), poucas personagens (família + 2 rapazes), poucas ações (namorar, receber o visitante, futuro casamento), um só conflito (não aceitar o italianinho e namorar outro). 2-CRÔNICA - Do grego ‘cronos’, tempo. / Narrativa híbrida (fusão de jornalismo com literatura: verdade recriada). / Personagens somente ilustrativos (pacientes), narrados pelo cronista, pois toda narrativa gira de torno de um ser, que pode ser animado (pessoa, animal, vegetal) ou inanimado (objeto). / Três tipos de crônica: narrativa (em torno de um fato centralizador, personagens ou fato do cotidiano), lírica (linguagem subjetiva, emotiva e sentimental, perto da poesia) ou documentária- dissertativa (objetiva sobre um fato coletivo, linguagem quase jornalística). Exemplos: A LÍNGUA – dissertação sobre o que as pessoas dizem) / CARDÁPIO – dissertação sobre animais e nossa alimentação / FALTA DE SINTONIA – narrativa em torno da alienação atual / FELICIDADE – lirismo sobre um estado de espírito / LEÃO – narrativa sobre animal comparado ao ser humano / O AMOR... e UM VELHO TEMA – crônicas líricas. F I M
Copyright ATHINGANOI © 2015
Todos os direitos reservados.
Este trabalho já foi visitado 142 vezes.

ENVIE este trabalho para um(a) amigo(a). ESCREVA para ATHINGANOI.

Comentários dos leitores

Espetáculo de aula unindo talvez elementos de várias pesquisa. Quem não sabia, aprendeu. Parabéns!

Postado por lucia maria em 03-10-2015

COMENTE ESTE TRABALHO, DIZENDO QUAL FOI A IMPRESSÃO QUE ELE LHE CAUSOU.





AJUDE-NOS a manter o bom nível deste portal!

Se você achou que este texto é ofensivo, imoral ou que fere
a nossa POLÍTICA DE USO, por favor, AVISE-NOS!




Autores & Leitores
  • Copyright A&L © 2005-2013
  • Todos os direitos reservados.