Página inicial do portal Autores & Leitores
Quem  |  Autores  |  Leitores  |  Associados  |  Mural  |  Dúvidas  |  Contato  |     PUBLICAR    |
Entrar | Registrar
 Esqueci minha senha
Anúncio ebook Vigilante

Área dos LEITORES

Colunistas

Autores Consagrados

Quadrinhos

Bibiotecas Virtuais

Livros

Novos autores

Downloads

Lançamentos

Ofertas

Informações

Autores & Leitores  >  Leitores >  Novos

Apresentação de trabalho publicado

Caro leitor,

Sinta-se à vontade para ler este trabalho e deixar seus comentários.

Bons Textos!




< Visite a Página Pessoal de ATHINGANOI >


ARVOREDO CARIOCA ANTIGÃO



					    
Imensas árvores, naturais do lugar e sobreviventes da Mata Atlântica, tal e qual majestades a espera de homenagem, perto de outras mais recentes e transplantadas! Florestas ainda urbanas, como a da Tijuca (zona norte) e da Pedra Branca (zona oeste). Recentemente, um estudo descreve cenário de céu e inferno – se destruída, serão dois mil anos para renovação da biodiversidade, enorme riqueza biológica. O caminho é restaurar e contar com a colaboração dos animais para a dispersão de sementes – pássaros, morcegos, insetos, macacos, antas, cutias... Este é um dos mais ricos biomas (diferentes ecossistemas, porém com homogeneidade, incluindo aplicações farmacêutica e biotecnológica) do mundo, essencial para a existência de água que abastece vários estados do Brasil, floresta hoje reduzida a menos de 8% do tamanho antes de Cabral. Ainda restam figueiras, jequitibás e jatobás, junto à Vista Chinesa e ao Cristo Redentor, salvas secularmente pelo próprio tamanho. O desmatamento era em parte para a lavoura e em parte para obtenção do carvão vegetal, mais fácil abater árvores menores dos maciços - serras e morros – destas florestas. No local, muitas as carvoarias até a reforma e remodelação da cidade pelo prefeito Pereira Passos (1902/1906). A grande maioria das árvores tem mais de 30 metros e a figueira foi respeitada e não derrubada por questões religiosas, superstição. O herói do replantio em 1860 foi um major por sugestão de Dom Pedro II, naturalista por vocação, para salvar o Rio da falta d’água; os escravos e o militar plantaram cerca de 105 hectares, muita terra... e a natureza continuou o trabalho, agora com um plantador barão sucessor. Das pioneiras dos primeiros tempos desta restauração, estão o jacatirão e a carrapeta, em floresta dita secundária, mata sem a riqueza biológica da primitiva. A figueira está na tradição religiosa de cristãos e de africanos. Traje de Adão e Eva? Jesus teria secado as figueiras que não davam frutos (Evangelho de São Marcos) e popularmente o tocar nesta árvore atrairia maldição – figueira intocável há séculos. Ao contrário, árvore sagrada pelos africanos, associada a iroko, orixá muito antigo no candomblé ketu – numa lenda, a primeira árvore a surgir no mundo; em outra, ele habitaria no Brasil a gameleira ou figueira-branca: mesmo controversa, é a presença do sagrado. Geralmente, estas árvores de origem religiosa vieram da África, do Oriente Médio e mesmo da Europa – portugueses da época não “preocupados” com isto –, figueiras muitas vezes parecidas. De ‘santo’, vieram também plantas menores, como as espadas-de-são-jorge e de-iansã, comig-ninguém-pode e o bastão-de-xangô, cujas mudas os escravos trouxeram da terra natal, vistas como sagradas e, nunca estrangeiras invasoras, muito bem adaptadas à Mata Atlântica. E dentro do assunto “plantas & religiosidade”, lembro o vasinho único das 7 ervas contra olho-grande: alecrim (aproximação com o divino), espada-de-são-jorge (proteção e força) e manjericão (alegria e amor), com propriedades mágicas e curativas + arruda e pimenta (comum que sequem ou morram, pois atraem para si as energias negativas), comigo-ninguém-pode (desmancha magias e feitiços) e guiné (transmuta em paz a negatividade), que limpam as energias negativas do ambiente. FONTE: Vegetação ‘sagrada” – Jornal O GLOBO, Rio, 20/615. F I M
Copyright ATHINGANOI © 2016
Todos os direitos reservados.
Este trabalho já foi visitado 117 vezes.

ENVIE este trabalho para um(a) amigo(a). ESCREVA para ATHINGANOI.

Comentários dos leitores

Pois é! Plantas são obras divinas e nos abençoam. Já preparou o seu vasinho de 7 vegetais? Príncipes necessitam de proteção extra. Parabéns!

Postado por lucia maria em 09-04-2016

Pois é! Plantas são obras divinas e nos abençoam. Já preparou o seu vasinho de 7 vegetais? Príncipes necessitam de proteção extra. Parabéns!

Postado por lucia maria em 09-04-2016

COMENTE ESTE TRABALHO, DIZENDO QUAL FOI A IMPRESSÃO QUE ELE LHE CAUSOU.





AJUDE-NOS a manter o bom nível deste portal!

Se você achou que este texto é ofensivo, imoral ou que fere
a nossa POLÍTICA DE USO, por favor, AVISE-NOS!




Autores & Leitores
  • Copyright A&L © 2005-2013
  • Todos os direitos reservados.