Página inicial do portal Autores & Leitores
Quem  |  Autores  |  Leitores  |  Associados  |  Mural  |  Dúvidas  |  Contato  |     PUBLICAR    |
Entrar | Registrar
 Esqueci minha senha
Anúncio Autores & Leitores

Área dos LEITORES

Colunistas

Autores Consagrados

Quadrinhos

Bibiotecas Virtuais

Livros

Novos autores

Downloads

Lançamentos

Ofertas

Informações

Autores & Leitores  >  Leitores >  Novos

Apresentação de trabalho publicado

Caro leitor,

Sinta-se à vontade para ler este trabalho e deixar seus comentários.

Bons Textos!




< Visite a Página Pessoal de ATHINGANOI >


ANTES DO "OVO", EM PÉ, DE COLOMBO-PARTE III



					    
3---INCAS, filhos do sol e escultores da terra, um povo pré-colombiano que viveu na América do Sul, numa extensão de 3 mil quilômetros, hoje Equador, Peru, norte do Chile, oeste da Bolívia e noroeste de Argentina. O império tinha mais de 10 milhões de cidadãos adoradores do sol e moldavam suas terras com arrojadas técnicas de irrigação e estradas, ainda templos e palácios. Civilizados, língua quíchua, organização social hierárquica, poder centralizado que impunha às tribos obediência e submissão a um imperador, o Sapa Inca, que tinha autoridade divina e ‘era’ descendente do sol; a seu lado ficava a rainha, a Coya; depois, a nobreza , parentes do rei, governadores de província, chefes militares, sábios. Juízes e sacerdotes; em seguida, funcionários públicos, trabalhadores especializados (pedreiros, ourives e marceneiros); a maioria da população era de agricultores. Cada comunidade tinha um chefe, kuraka, fortes laços consanguíneos com os subordinados. Culto do sol e ao mesmo tempo respeitava os costumes de cada povo que compunha o império. Tudo o que produziam era para o império, produção dividida em 3 partes: do produtor ou comunidade, do imperador e do sol (direto para os templos, usado pelos sacerdotes ou retribuídos para a sociedade em tempos de crise ou guerra). Baseavam as atividades no trabalho coletivo, o governo dando terras para todos. - dominavam outros povos, faziam acordos de direitos e deveres, subjugando-os ao imperador e às divindades, os dominados tendo a segurança, a proteção do império e o bem-estar econômico e espiritual. Os incas tinham avançadas técnicas de irrigação, estradas e prédios públicos, e toda terra era cultivada, algumas lavouras iam até as encostas, sistema de terraços andinos: degraus com paredes de pedra e patamares de terra vegetal, maior irrigação com tanques e canais; foram os únicos povos pré-colombianos que domesticaram animais, principalmente a lhana fornecedora de lã-carne-couro, produzia esterco e carregava alimentos; sem dispor de veículos de roda ou hidrovias para transportar excedentes agrícolas, os incas abriram milhares de quilômetros de estradas, com pontes sólidas (algumas usadas ainda no século XX), ligando as 4 províncias à capital, Cuzco: pavimento de pedras lisas, andavam a pé. Legados na arquitetura: edifícios construídos sem argamassa, paredes de pedra perfeitamente ajustadas, ainda vistos em Machu Pichu (ruínas descobertas em 1911) e Cuzco, patrimônio mundial da UNESCO em 1983. Qorikancha, Templo do Sol, teve uma catedral construída por cima do templo. Sem conhecer a escrita, desenvolveram forte sistema de comunicações e informações através das estradas, onde havia postos, albergues, correios e mensageiros, império conectado por 2 mil quilômetros , a rede de notícias chegando em uma semana. A população era recenseada e tributada por um mecanismo de nós coloridos em cordas que correspondia ao número de pessoas a pagar impostos; casados, mudavam para um casal especial, durante um ano isentos de imposto e recebiam terras ao primeiro filho - idosos também não pagavam e recebiam roupas e alimento do Estado. A estrutura social não deixava o povo desassistido; quando um chefe de família era recrutado para obras do Estado (armazéns, templos ou estradas), os vizinhos faziam seu trabalho agrícola - não incas socialistas, mas sociedade igualitária, classe dominante com privilégios mas sem registros de fome ou grande escassez antes dos espanhóis. Na indumentária, confecção de tecidos em teares, muitos com a lã dos lhamas, lindos desenhos para as mulheres que se cobriam totalmente, homens usando túnica sem mangas até o joelho; todos, mantos de lã no inverno; gorros de lã identificavam as tribos; ricos paramentados de jóias, mais pelos homens, brincos grandes na melhor condição social, que pelas mulheres. Farto acesso a metais (ouro, prata, cobre) - um dos motivos da derrota para os espanhóis foi o enfraquecimento do poder local, *luta entre dois herdeiros do imperador, Ataualpa e Háscar - o Inca (imperador) via os espanhóis como bárbaros, tanto é que Ataualpa foi ao encontro sem guerreiros, a sociedade ficou sem comando quando ele foi capturado por ser uma sociedade toda centrada numa única liderança. Também o imperador Huayna Capac, pai deles, morrera de varíola, doença originada na Espanha, que se espalhou do México ao Peru, fronteira com o Chile, daí os conquistadores derrotaram os incas em 1533 e a cultura foi brutalmente destruída, restando hoje apenas ruínas de palácios e templos. *A decadência começou por volta de 1493, quando Huayna Capac subiu ao trono, casou com Tocto Pala, princesa de Quito, e tiveram um filho, Ataualpa, herdeiro certo do trono; ao se tornar Sapa Inca )imperador, filho do sol), casou com a cunhada e teve outro filho, Huáscar. Em 1525, epidemia de varíola! Ele morreu e Huascar subiu ao poder, pai dissera que Quito deveria ficar sob o comando de Ataualpa. Guerra entre os irmãos! O mais velho fez muitos prisioneiros, inclusive o mais novo. Em 1532, PIZARRO chegou ao Peru com pequeno exército, conquistou gradativamente a zona litorânea até chegar a Atahualpa, capturado e morto no ano seguinte, dois anos depois o império inca desapareceu sob a dominação dos conquistadores europeus. FONTE: “Os filhos do império do sol” - Rio, revista Nós da Escola, SME, n. 50/2007. F I M
Copyright ATHINGANOI © 2017
Todos os direitos reservados.
Este trabalho já foi visitado 32 vezes.

ENVIE este trabalho para um(a) amigo(a). ESCREVA para ATHINGANOI.

Comentários dos leitores

Tudo lindo e perfeito até a briga, por ambição, entre dois meio-irmãos. Já era 'bronca' desde a infância. Acontece. Mais comum do que se imagina... Bom trabalho. Parabéns!

Postado por lucia maria em 27-03-2017

COMENTE ESTE TRABALHO, DIZENDO QUAL FOI A IMPRESSÃO QUE ELE LHE CAUSOU.





AJUDE-NOS a manter o bom nível deste portal!

Se você achou que este texto é ofensivo, imoral ou que fere
a nossa POLÍTICA DE USO, por favor, AVISE-NOS!




Autores & Leitores
  • Copyright A&L © 2005-2013
  • Todos os direitos reservados.