Página inicial do portal Autores & Leitores
Quem  |  Autores  |  Leitores  |  Associados  |  Mural  |  Dúvidas  |  Contato  |     PUBLICAR    |
Entrar | Registrar
 Esqueci minha senha
Anúncio ebook Vigilante

Área dos LEITORES

Colunistas

Autores Consagrados

Quadrinhos

Bibiotecas Virtuais

Livros

Novos autores

Downloads

Lançamentos

Ofertas

Informações

Autores & Leitores  >  Leitores >  Novos

Apresentação de trabalho publicado

Caro leitor,

Sinta-se à vontade para ler este trabalho e deixar seus comentários.

Bons Textos!




< Visite a Página Pessoal de ATHINGANOI >


A GALINHA-PARTE II



					    
GALINHAR - Há ‘oficialmente’ as conotações eróticas, porém /assim como a galinha cisca o solo, o ambiente a procura honesta e decente de alimento/ “galinhar” também significa bisbilhotar o que a outra pessoa faz ou possui... e cobiçar, triste verdade. ----- Provérbio português antigo: “A galinha do vizinho é sempre mais gorda...” (ou “A grama do vizinho é sempre mais verde...”) - tradução: despeito, olho-gordo. Mais comum invejar a galinha alheia (ou a grama) e num certo sentido menosprezar a de casa. ----- Música infantil “A galinha do vizinho / bota ovo amarelinho. / Bota um, bota dois (...) bota dez!” NOSSA GALINHA, MAIS GORDA QUE A DO VIZINHO (será?)... ----- Há um boato - muito despeito, inveja e olho-grande em cima - de que ELA é contista sob pseudônimo, com (num tempo ainda antigo) ainda centenas de publicações. Se verdade criar e não expor o nome real, haveria/há de ter razões íntimas para isto. Algumas pessoas souberam e criou-se um ti-ti-ti irritadiço e enlouquecedor, querendo seduzi-la e/ou forçá-la a colocar um “amigo” (invejoso é sempre inimigo) como autor. Disputavam entre eles. Resposta penetrante, incisiva, radical: “Nunquinha!!!” Gente que nunca se incomodou com ela e quase a ignora, e mais os que muito mal sabem ler além dos nomes do time de futebol e resultado do jogo do bicho no poste. ‘Novos’ autores ou sócios literários?!...----- Aí, surgiu um mais ilustrado para a ‘cantada’. Aparências enganam - jeitão de cavalheiro medieval educado. A “escritora” (?) ouviu muitas ironias, gracejos sem definição reta, ELA tendo que aturar pelo respeito humano. Fulano tranqüilo, amável, risonho, porém conversa de má fé. Há um parente ainda moço concluindo o mestrado em História. Pois o cidadão resolver exaltar a mulher de casa e exibiu que esta fazia todos os trabalhos acadêmicos do rapaz, desde o primeiro dia. (Todos? Muita coisa em anos........ - ouvinte pensou, calada.) Escutar, escutou, mas sem acreditar. Dias depois foi apurar (defeito buscar a verdade, um *graalzinho?) - somente uma vez, no início do curso, corrigira a gramática. ELE continuou o ‘bobajal’. Exaltou daqui e dali, que a mulher dá aulas de português on-line a uma fulana de São Paulo - “Aliás, ela sabe tudo de História, Geografia e Português...” Ainda bem que parou aqui... sem incluir trigonometria e física quântica. Minha AMIGA, professora de Português e Literatura por uma faculdade federal, ofendeu-se com o deboche apenas internamente e externou a mesma ironia habitual do interlocutor: “Ela é formada em quê?”-- farta de saber há muito tempo: federal também, mas num curso da área de saúde, Assistência Social (nada a ver com as grandes navegações do séculos XVI-XVII ou a irregular superfície geológica terrestre!!!) - assistir pessoas, ajudar. Ai que a fulana saiba dessas fantasiosas estorietas como protagonista involuntária!!! Não interessa a ninguém se ELA é de fato escritora ou em verdade - leitura dos textos antes de toda gente - apenas corrige gramaticalmente o que outra pessoa escreve. O ser humano esquece de correr atrás de seus próprios objetivos e está sempre de olho no ‘galinheiro’ ao lado. Ou, ao contrário, exalta falsas qualidades que não possui para que o outro se sinta inferior. (Fracos e tolos talvez, porém ELA jamais cai da escada.) Interessante, não?- LEIAM meu conto “O galo que falava”. F I M
Copyright ATHINGANOI © 2017
Todos os direitos reservados.
Este trabalho já foi visitado 15 vezes.

ENVIE este trabalho para um(a) amigo(a). ESCREVA para ATHINGANOI.

Comentários dos leitores

Conversa zoológica. 'Bode' vai acontecer quando a mulher do cara, simpática Geminiana, souber o que ele inventar para curtir a cara da outra. Parabéns!

Postado por lucia maria em 07-10-2017

COMENTE ESTE TRABALHO, DIZENDO QUAL FOI A IMPRESSÃO QUE ELE LHE CAUSOU.





AJUDE-NOS a manter o bom nível deste portal!

Se você achou que este texto é ofensivo, imoral ou que fere
a nossa POLÍTICA DE USO, por favor, AVISE-NOS!




Autores & Leitores
  • Copyright A&L © 2005-2013
  • Todos os direitos reservados.